Caixas d'água de amianto novamente no mercado brasileiro: Saiba o perigo que apresentam à saúde
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Siga-nos

Buscar
  • Ideal Consultoria

Caixas d'água de amianto novamente no mercado brasileiro: Saiba o perigo que apresentam à saúde

Fonte: sitesustentavel.com.br

Todos conhecemos alguém que tenha em casa algumas telhas ou caixa d’água de fibra de amianto. Geralmente, as encontramos em casas mais antigas, visto que desde novembro de 2017 o Supremo Tribunal Federal proibiu a produção, venda e uso do amianto em todo o território brasileiro. Após um período de adaptação, os produtores brasileiros pararam de extrair o mineral no dia 1 de fevereiro de 2019. Contudo, atualmente a liberação da exploração do amianto vem sendo pauta de debates no âmbito político em Goiás, local onde situam-se grandes produtores deste material. No dia 21 de maio, um projeto que autoriza a extração de amianto no estado foi aprovado em primeira votação, com unanimidade, no plenário da Assembleia Legislativa de Goiás.

Eles alegam que o tipo de amianto brasileiro é o crisotila puro, que seria menos contaminante, e, por isso, sua proibição deveria ser cancelada. Utilizam o argumento de que a aprovação é importante para a economia do Estado, em função dos empregos gerados e de que o amianto traz “apenas” problemas oriundos do trabalho aos operários.

Fonte: http://www.radiosantiago.com.br/ (2017).

O amianto (também conhecido como asbesto) é uma fibra mineral com textura sedosa, e é extraído de rochas cuja composição consiste em silicatos, hidratados de ferro e magnésio. Ele é comumente usado em telhados e caixas d’água por ser um material com alta resistência ao fogo e à corrosão, além de ter baixo custo de produção e pouco peso.

Fonte: https://produto.mercadolivre.com.br (2017)

O amianto já é proibido em quase toda a União Europeia e nos Estados Unidos devido às suas propriedades cancerígenas e altamente nocivas à saúde.

Apesar de suas qualidades, ao ser cortado ou manuseado, as fibras soltam um pó que é facilmente inalado ou engolido e, uma vez dentro do corpo humano, a poeira nunca mais é eliminada. Essas fibras, além de serem imunes às células de defesa do nosso corpo, estimulam as mutações celulares que são a origem do câncer de pulmão, caracterizado pela quebra dos mecanismos celulares naturais do órgão. Alguns de seus sintomas são: tosse, falta de ar, chiado no pulmão, presença de sangue no escarro e dor no peito. Outras doenças oriundas da inalação de microfibras de amianto são a asbestose e o mesotelioma.

Os profissionais com maior risco de exposição ao amianto são os encanadores, carpinteiros, soldadores, eletricistas, mineradores, zeladores e principalmente os trabalhadores da construção civil e naval.

Fonte: https://www.significados.com.br (2018).

Fique Atento!

Agora que sabemos dos perigos que o amianto apresenta à saúde, é importante evitarmos fazer uso dele. Recomenda-se, para quem tenha telha ou caixa d’água de amianto, que as substitua com urgência. O descarte de amianto tem que ser feito juntamente com resíduos tóxicos, em aterros especializados. Como o amianto é um material que não pode ser reutilizado ou reciclado, é necessário procurar postos de coleta ou entrar em contato com a prefeitura da cidade em questão para fazer o despejo correto.

Autor: Giuseppe Scardino.

18 visualizações