Buscar
  • Ideal Consultoria Júnior

MOFO: COMO COMBATÊ-LO?



O mofo, também conhecido como bolor, é um fungo que ocorre em condições ideais de proliferação, como locais com presença de umidade e carentes de ventilação e iluminação. Por se reproduzir por esporos, esses se proliferam e se espalham pelo ar, podendo contaminar ao seu redor rapidamente.


A manifestação comumente ocorre por infiltrações em lajes, telhados e fundações, seja por ações da chuva, seja por problemas nas instalações hidrossanitárias da residência, trazendo um cheiro e aparência desagradável ao ambiente tomado pelos micro-organismos. Além disso, os esporos espalhados pelo ar, quando inalados, podem desencadear problemas respiratórios tais como rinites, sinusites, asmas e bronquites. Também podem causar alergias alimentares e intoxicações pelas toxinas produzidas pelos fungos.


É importante que a edificação tenha, durante sua construção, um projeto de impermeabilização para evitar problemas futuros com a presença de umidade por infiltração nas fundações e lajes, por exemplo. Mas o problema também pode ocorrer até mesmo em estações mais úmidas, como no verão, em que a umidade do ar geralmente se mantém elevada.


Para combater a manifestação do fungo, preparamos algumas dicas que vão lhe ajudar a manter a sua residência saudável:


  • Utilize produtos antimofo em armários e em ambientes com pouca circulação de pessoas

Há, no mercado, uma gama de produtos antimofo que “sugam” a umidade do ar, e por isso, é importante que sejam utilizados em armários, closets e em ambientes de baixa circulação e não causem problemas respiratórios aos habitantes da residência.


  • Mantenha a casa arejada e com iluminação natural

Dois dos fatores que dificultam a proliferação dos fungos é a ventilação e a presença de iluminação. Sendo assim, é de grande importância que portas e janelas se mantenham abertas durante o dia, para a circulação do ar. Em ambientes pouco iluminados, vale apostar em clarabóias, por exemplo.


  • Mantenha portas de armários abertas

Roupas e sapatos também precisam de ventilação e luz do sol. Assim, é importante que se mantenha a permanência de portas de armários abertas para que ocorra a ventilação, e a exposição desses à luz solar periodicamente.


  • Desencoste móveis e quadros de paredes hidráulicas ou paredes externas

As paredes externas, que fazem divisa com o lado de fora da edificação, comumente acumulam umidade por capilaridade, podendo ocasionar mofo em móveis e quadros encostados nele. Caso desconfie de problemas de umidade por infiltração das instalações hidráulicas, também é necessário que não tenha nada em contato com a parede hidráulica. Neste caso, chame um profissional da área para que o problema seja solucionado.


  • Limpeza é primordial

A limpeza em dia da casa impede que o mofo se prolifere. Por isso, a residência precisa estar sempre limpa.


O mofo é um fungo que, em pequenos descuidos, pode se manifestar. Dessa forma, seguindo as dicas, esperamos que você consiga se livrar do problema e tenha um ambiente saudável novamente.


Por Cristiane Lima

647 visualizações

Siga-nos!

  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon