Buscar
  • Ideal Consultoria Júnior

MAU CHEIRO NO RALO DO BANHEIRO: POR QUE ACONTECE E COMO RESOLVER?


Muito provavelmente você já passou por algumas das situações abaixo:


  1. Depois de um longo dia de trabalho, o que você mais deseja é tomar um bom banho e relaxar, porém, ao chegar no banheiro se depara com um incômodo cheiro de esgoto.

  2. Durante uma visita, é possível sentir um inconveniente odor de esgoto.

Infelizmente, essa situação é mais comum do que você pensa. Mas atente-se, eu disse comum, e não normal.

Mas calma, em uma edificação com um projeto sanitário devidamente executado, esse problema certamente não aconteceria.


Dessa forma, nós do time da Ideal Consultoria Jr, resolvemos trazer as causas desse acontecimento, bem como, algumas maneiras de identificar e resolver tal problema.


POR QUE ISSO ACONTECE?


Em uma visão micro do problema, o mau cheiro retorna ou quando o ralo está entupido ou por problemas hidráulicos. Isso ocorre pois sem um projeto sanitário bem feito, são instaladas conexões erradas ou não são devidamente dimensionadas.


Entretanto, o ralo do banheiro está favorável ao entupimento, uma vez que o excesso de água, de fios de cabelo e até mesmo a espuma de shampoo podem ocasionar a obstrução da passagem de água, acarretando o mau cheiro do esgoto retornando.


Esse problema é gerado devido à impossibilidade do ralo fazer a sucção da água, decorrente dos resíduos que chegam até ao ralo, assim, o mau cheiro ocorre como consequência destes resíduos.


Porém, se você já checou que não há nenhum entupimento na passagem de água em seu ralo do banheiro, melhor seria observar outros possíveis fatores do mau cheiro:


Dessa forma, recomendamos abrir a tampa do ralo, e se você notar que ele está com um aparência de seco, existe uma possibilidade de um vazamento na tubulação.

Se realmente for um vazamento na tubulação, já é algo bem complicado, visto que os ralos dos banheiros são projetados para reservarem uma quantidade de água que previne a volta de gases pelo encanamento. Sem esse obstáculo, tem-se o mau cheiro, que é formado pela concentração de todos os resíduos do canal de esgoto.


Finalmente, ainda temos um outro ponto que merece o nossa atenção, a verificação da instalação do ralo. Na teoria, se o ralo instalado não é indicado ao ambiente, o mau cheiro se instalará em seu banheiro de forma espontânea e, em caso de não substituição, o problema irá persistir. Por isso, a importância de um projeto bem feito.


COMO RESOLVER?


Agora que detectamos 3 possíveis problemas para o mau cheiro do ralo, vamos entender o que podemos fazer para soluciona-los:


  • RALO ENTUPIDO: é necessário livrar-se dos componentes que estão gerando o bloqueio, que, geralmente, encontram-se enroscados na tampa do ralo. Nesse sentido, faça a limpeza frequente do ralo, certificando-se de que todos os detritos foram retirados, liberando a passagem de água. Se dessa forma não funcionar, e for necessário uma limpeza mais profunda e pesada, aconselha-se a contratar uma empresa que realize tal serviço.


  • RALO SECO: O mau cheiro pode ser resolvido com o abastecimento da água que está em falta.


Porém, como já dito aqui neste blog, não é normal o escape total da água no ralo do banheiro, o que nos leva a pensar possíveis rachaduras no ralo, ou ainda, problemas de vazamento na tubulação que escorre a água.


Se for o caso, a única solução viável é a substituição da tubulação danificada.


  • INSTALAÇÃO INADEQUADA: Por fim, quando o mau cheiro está ligado à instalação de um ralo que não é adequado ao ambiente, não há outra opção a não ser a troca da peça por completo, uma vez que o odor indesejável pode persistir por longos períodos de tempo, em caso de não adequação.


Por fim, ressaltamos a importância de um projeto sanitário feito com qualidade, e aqui na Ideal Consultoria nossos projetos são totalmente de qualidade, diferenciado e personalizado, para que atenda todas as demandas da sua casa e não passe por dores de cabeça como essa.



49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo