Buscar
  • Ideal Consultoria Júnior

POR QUE FAZER A SONDAGEM?

Fonte: www.aecweb.com.br

A sondagem é o estudo do subsolo que possibilita a caracterização do solo de um determinado terreno. Com ela, é possível saber qual é a resistência e deformidade deste. O estudo do solo é o primeiro procedimento de uma obra e é parte fundamental, principalmente se tratando de grandes construções. Essas análises são indispensáveis para um bom planejamento da obra.

A elaboração de um projeto sem as informações necessárias da estrutura do solo dificulta a tomada de decisão relacionada ao tipo de fundação que se adequará aos pré-requisitos da obra, tanto no quesito da segurança como também da viabilidade econômica.

As fundações, sejam elas rasas ou profundas, são elementos que transmitem as cargas das estruturas para o solo. A quantificação errada dos parâmetros geométricos dessas peças pode acarretar em um dos problemas mais comuns em obras feitas sem o conhecimento do solo: o recalque.

O recalque, conhecido também como assentamento, é o termo utilizado por engenheiros e arquitetos quando a construção sofre um rebaixamento causado pelo espessamento do solo em que foi erguida.

Fonte: http://glossarioengenharia.blogspot.com (2017)

Um exemplo de construção com recalque é a famosa Torre de Pisa. Mas ela só permanece de pé até hoje por serem realizadas constantes estratégias de profissionais geotécnicos e reforços feitos nas fundações, o que implica em muitos gastos.

Um dos recalques que gera mais danos à construção é o recalque diferencial, ou seja, uma parte da estrutura fica mais rebaixada que a outra, resultando em esforços estruturais inesperados, e em casos mais graves, podem levar a construção à ruína. Segundo Velloso & Lopes (2004), os efeitos dos recalques nas estruturas podem ser classificados em 3 grupos:

  • Danos estruturais - são os danos causados à estrutura propriamente dita (pilares, vigas e lajes);

  • Danos arquitetônicos - são os danos causados à estética da construção, tais como fissuras, trincas em paredes e acabamentos, rupturas de painéis de vidro ou mármore, etc;

  • Danos funcionais - são os danos causados à utilização da estrutura com refluxo ou ruptura de esgotos e galerias, emperramento das portas e janelas, desgaste excessivo de elevadores (desaprumo da estrutura), etc.

Atualmente, o custo de uma sondagem não chega a 3% do valor a ser investido na construção, sendo considerado um baixo custo frente à garantia, economia e segurança que representa para a obra. Portanto, para a obtenção de um bom projeto, aliado a segurança e a economia, é aconselhável a execução de uma sondagem.

Fonte: https://propesp.furg.br/anaismpu/cd2010/cic/607.pdf

Os gastos com esse serviço serão rapidamente revertidos em benefício da obra, pois sem o conhecimento do subsolo, podem super ou subdimensionar a fundação ou a estrutura, acarretando em sérios problemas a curto e a longo prazo. “A compreensão exata da capacidade do solo, aliada a um bom projeto, resultará em estrutura mais leve, o que requer menor quantidade de matéria-prima”, destaca Quaresma. Além disso, corrigir os danos resultantes de problemas de fundação quando a obra já está pronta ou em andamento é uma ação difícil e cara. “É muito mais barato investir em uma boa sondagem", alerta.


autor: Bruna Malta

63 visualizações

Siga-nos!

  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon