Buscar
  • Ideal Consultoria Júnior

VISTORIA DE OBRAS: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER.




Primeiro, você sabe o que é uma vistoria de obra?


De acordo com a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), a vistoria de obras é a “constatação local de fatos, mediante observações criteriosas em um bem e nos elementos e condições que o constituem ou o influenciam”. Assim, a vistoria de obras é uma atividade, dentro da construção civil, que possui caráter preservativo – ou seja, busca garantir a qualidade e a compatibilidade dos serviços que acontecerão antes venha a ocorrer algum problema ou imprevisto. Dessa forma, ela é fundamental para resguardar a construtora ou empreiteira de problemas que envolvem o cumprimento do que está descrito no contrato e no projeto executivo.


Apesar de possuir tanta importância, muitas empresas cometem o erro de deixar a vistoria de lado durante a execução das obras ou até mesmo na hora de entregar os imóveis aos clientes, dando margem para possíveis problemas jurídicos no futuro em caso de não compatibilidade com as especificações firmadas em contrato.


Quem deve fazer a vistoria?


É importante lembrar que a vistoria de obras deve ser realizada sempre por um profissional registrados no CREA – ou seja, engenheiros civis e arquitetos. Por isso, é imprescindível estudar o tipo de serviço e o profissional mais adequado para fazer a vistoria e o laudo técnico, pois existem processos diferentes de acordo com a real necessidade do cliente e da obra ou imóvel a ser analisado.


O que deve ser verificado na vistoria?


A vistoria na construção civil divide-se em três grandes áreas:

1. Hidráulica;

2. Elétrica;

3. Estrutural.


1. Hidráulica


A parte hidráulica engloba todos os itens que se relacionam com a vazão hídrica. Dessa forma, deve ser observado durante a vistoria se há vazamentos nas instalações ou se existem canalizações com defeitos. Esse trabalho se estende a todos os materiais instalados, como pias, vasos sanitários, torneiras, chuveiros e entre outros pontos de vazão. Além disso, deve-se verificar se o fluxo de água é adequado a todos os aparelhos hidráulicos.


2. Elétrica


Na vistoria da parte elétrica concentram-se as análises sobre lâmpadas, interruptores, tomadas, equipamentos e cabeamento. A vistoria deve observar se as instalações estão adequadas para o ambiente. É importante verificar se há cabos ou fios soltos ou desgastados e se todas as instalações estão adequadas. Além disso, é necessário conferir a distribuição de pontos de tomadas e se os padrões de energia fornecidos estão certos.


3. Estrutural


E por último, dentro da vistoria da obra, é importante averiguar os seus aspectos estruturais. É uma análise mais abrangente, pois contempla itens que vão das estruturas construtivas – que dão sustentação à edificação –, a itens como portas, grades e janelas. Nessa parte é importante verificar as condições e padrões de qualidade dos materiais usados nas estruturas, como o concreto, e comparar os dados com o que está descrito na planta.


Outro ponto importante é calcular as medidas dos ambientes que compõem o imóvel para aferir a metragem quadrado. Além disso, os itens usados na estrutura, como pisos e rodapés, também precisam ser calculados.


Por Júlia Santana



49 visualizações

Siga-nos!

  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon