top of page
Buscar
  • Foto do escritorIdeal Consultoria Júnior

A TERRAPLANAGEM PARA OBRAS DE ENGENHARIA CIVIL.



Problemas com declividade do solo, nível e inclinação. Esses podem ser alguns dos obstáculos encontrados em uma obra antes de mesmo de iniciar a fase de projetos. Mas como tudo tem solução, a técnica de terraplanagem pode ser a "virada de chave" para a sua edificação.


Por que entender o solo da minha obra?


Não é novidade que o solo é parte fundamental em uma obra de engenharia e que as características do solo ditam também as características da edificação a ser construída. Entretanto, uma das maiores dificuldades e o fator de maior encarecimento em uma construção pode ser justamente o solo. Para superar essas dificuldades, em obras que necessitam de um terreno plano, a terraplanagem se faz um aliado importante de engenheiros e arquitetos, tendo em vista que a mesma se encaixa como facilitadora.


Mas a final, o que é terraplanagem?


A técnica da terraplanagem consiste em deixar a área nivelada, pronta para receber a estrutura da futura edificação. Esse resultado é obtido por meio da realização de cortes e retiradas do excesso de terra do solo, sendo depois reutilizado para preencher espaços íngremes, deixando toda a região plana e firme. Essa técnica é dividida em três etapas:


1.Desmatamento: É a retirada de parte da vegetação do terreno (de acordo com o órgãos da região responsáveis).


2.Destocamento: Se trata da remoção ou queimada do entulho proveniente do desmatamento, juntamente com as porções de terras restantes.


3.Limpeza: Etapa intuitiva, é o final do processo. Basicamente realiza-se a limpeza de todo o terreno onde será erguido a construção, retirando os restantes dos entulhos.


No geral, a terraplanagem pode ser feita de diversas maneiras, a escolha irá depender do objetivo da obra e do tipo de solo do terreno, identificado após análise completa de toda a região que será construída. Para realizar as mudanças necessárias são utilizadas retroescavadeiras, pá carregadeiras e tratores de esteira.


E quanto isso pode custar?


Os custos desta técnica podem ser elevados, caso o engenheiro responsável não se atente aos detalhes e não consiga encontrar um equilíbrio entre corte e aterro, no objetivo de diminuir as movimentações de terra. Por conta disso, a escolha do terreno é um ponto crucial no custo final da obra. A terraplanagem, em casos muito complexos, pode ter um custo perto de 1/5 do valor total investido na obra.


Construir é sempre um desafio, ainda mais com tantos detalhes a serem levados em conta. Por isso, é importante que sempre tenha um acompanhamento técnico e profissional em cada uma das etapas para que o objetivo seja cumprido e a sua obra dos sonhos seja construída com êxito, nisso a Ideal pode te ajudar. Entre em contato conosco e torne seus projetos em sonhos realizados!!


Por Jonathan Gonçalves.


54 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page